Sidebar Menu

​Itapevi volta para a fase laranja do Plano São Paulo

Prefeitura recorreu à justiça para seguir na fase amarela de reabertura
"Não podemos continuar com atividade econômica com restrições severas em Itapevi", diz prefeito (foto: Arquivo/Giro S/A)

Itapevi acatou a volta à fase laranja no Plano São Paulo, imposta pelo governo do Estado na última sexta-feira (7). Mesmo assim, a administração municipal reforçou que não concorda com a decisão e que aguarda posicionamento judicial para poder seguir na fase amarela de reabertura da economia.

Por meio de nota publicada nas redes sociais, na noite de sábado (8), data em que a nova fase entrou em vigor, a prefeitura afirmou que, com a mudança, a cidade volta a ter restrições. Na fase laranja fica suspenso o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes, barbearias, salões de beleza, academias, parques, clubes e espaços públicos de lazer. Além disso, shoppings e o comércio de rua podem abrir apenas quatro horas por dia, com capacidade limitada a 20%.

Município recorre à justiça

O prefeito de Itapevi, Igor Soares (PODE), publicou, também nas redes sociais, que foi surpreendido com a medida do Governo de São Paulo. Soares ressaltou que o município apresentou queda no número de casos e óbitos causados pela Covid-19, como também fez melhoras na segurança do atendimento de saúde aos pacientes, aumentou a testagem da população e, ainda, afirmou que os leitos de UTI estão com ocupação abaixo de 60%.

Ainda que tenha colocado a retomada à fase laranja em prática, Itapevi recorreu à justiça, ainda no sábado, para manter-se na fase amarela de flexibilização. "Não podemos continuar com a atividade econômica com restrições severas em Itapevi, enquanto que a capital de São Paulo, tão próxima de nós, está com maior flexibilidade", pontuou o prefeito. A reportagem de Giro S/A apurou com a Secretaria de Comunicação de Itapevi, que a cidade aguarda decisão judicial.

Segundo o último Boletim Coronavírus, divulgado nesta segunda-feira (10), Itapevi contabiliza 2.200 casos confirmados e 165 óbitos por coronavírus. A cidade segue com 409 casos em investigação, com isolamento domiciliar e duas mortes suspeitas.

Barueri e Osasco permanecem na fase amarela

A decisão estadual de rebaixar a sub-região Oeste afetou também Barueri, Osasco, Carapicuíba, Jandira, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus. Os prefeitos de Osasco e Barueri também não concordam com a mudança no Plano São Paulo, por isso,irão manter as duas cidades na fase amarela, conforme noticiado pela reportagem na sexta e nesta segunda.

Veja mais notícias sobre CoronavírusMetrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection