Sidebar Menu

Com 100% dos leitos de UTI ocupados, Cajamar constrói hospital de campanha

A construção começa nesta quarta-feira (17) e o espaço terá 22 leitos. Prefeito revelou que há uma criança internada com suspeita de infecção pela covid-19
O anúncio da reabertura do hospital de campanha foi feito por meio de live nas redes sociais do prefeito Danilo Joan (Reprodução/Redes Sociais - Facebook)

Em uma reunião de urgência com o comitê de combate do coronavírus, o prefeito de Cajamar, Danilo Joan (PSD), anunciou que a cidade irá reconstruir o hospital de campanha para o enfrentamento da pandemia. O comunicado foi feito por meio de uma live em suas redes sociais na tarde de ontem (16), após a cidade chegar ao índice de 100% dos leitos de UTI ocupados.

"Desde que eu assumi a Prefeitura da última vez, quando iniciou o processo do covid-19 no Brasil, nós nunca estivermos em um momento como esse" disse Joan. "Nós chegamos a ter 75% de ocupação, mas agora eu estou aqui para dizer que batemos 100% de ocupação, todos os leitos de Cajamar estão ocupados", afirmou o administrador público.

A construção começa nesta quarta-feira (17). O espaço terá 22 leitos, sendo quatro desses de unidade de tratamento intensivo (UTI), ligados ao Hospital Municipal Enfermeiro Antônio Policarpo de Oliveira.

A unidade hospitalar municipal, que possui 20 leitos, sendo dez de UTI e dez de retaguarda, ganhará mais seis leitos de retaguarda. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do munícipio tem 12 leitos de retaguarda e ganhará mais dez. Segundo Joan, a cidade terá no total, 38 leitos de retaguarda.


O hospital de campanha funcionou de março a dezembro de 2020 ao lado do Hospital Municipal Enfermeiro Antônio Policarpo de Oliveira (Divulgação/Prefeitura de Cajamar) 

"As pessoas perguntam: prefeito por que você desmontou o hospital de campanha e agora está remontando? Desmontamos porque dinheiro público não é brincadeira e naquele momento não era necessário", explicou o prefeito. "A demanda de consultas e internações havia baixado, mantendo o atendimento de no hospital municipal. E agora com o aumento, iremos reativar o hospital de campanha" completa.

Segundo o gestor público, a cidade também tem uma criança internada com suspeita de covid-19. Joan também está tentando comprar mais 120 mil doses da vacina contra o coronavírus e irá receber até o final da semana 60 mil doses, onde parte delas será doada aos governos estadual e municipal.

"Nós estamos fazendo a nossa parte enquanto Poder Público. Esperamos que todos vocês cooperem e nos ajudem no combate ao coronavírus", finaliza Joan.  

Veja mais notícias sobre Coronavírus.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/