Sidebar Menu

SP tem mais de 1,5 mil indenizações do DPVAT pagas por morte de caminhoneiros

​O Seguro DPVAT indenizou 11.996 vítimas de ocorrências com caminhões e pickups em todo o país. Deste total, mais de três mil benefícios foram pagos em casos de morte.

Acidente na alça de acesso ao Rodoanel - Foto: Rede Social

Dados divulgados pela Seguradora Líder, empresa privada responsável pelo Seguro do Trânsito - Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), mostra que em São Paulo foram pagas 1.579 indenizações por acidentes envolvendo caminhões. 

Apenas no ano passado, o DPVAT indenizou 11.996 vítimas de ocorrências com caminhões e pickups em todo o país. Deste total, mais de três mil benefícios foram pagos em casos de morte. 

Segundo o Ministério da Saúde, quando analisados os acidentes de trânsito relacionados ao trabalho, os caminhoneiros são os que mais vão a óbito em atividade. Os motoristas de caminhão corresponderam a 13,2% das 16.568 mortes computadas no período de 2007 e 2016, pelo Ministério da Saúde. Os dados do Seguro DPVAT mostram que, em 2018, foram 4.587 indenizações pagas a motoristas de caminhões, sendo 1.656 vítimas fatais. Outros 1.928 (42%) ficaram com algum tipo de invalidez permanente. 

"No Brasil, principalmente no interior, muitas rodovias federais cruzam os municípios, o que acaba aumentando a circulação de caminhões nessas localidades e, consequentemente, os índices de atropelamento. Outros fatores que podem influenciar no número de acidentes são o cansaço dos motoristas, que levam horas conduzindo o veículo, e a velocidade acima do permitido em função da pressão do longo tempo de viagem", explica o coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: