Sidebar Menu

Sediada em Barueri, Azul irá à Índia buscar dois milhões de doses da vacina contra a covid-19

Carga com material produzido pela Astrazeneca/Oxford será trazida em parceria com o Governo Federal e deve chegar ao País no sábado (16)
Em julho do ano passado uma aeronave do mesmo modelo da companhia esteve na China, para trazer insumos no combate à pandemia (Foto: Divulgação / Azul Linhas Aéreas)

Com sede administrativa em Barueri, às margens da rodovia Castello Branco, a Azul Cargo anuncia que irá à Índia buscar dois milhões de doses da vacina desenvolvida pela Astrazeneca/Oxford. Um Airbus A330neo, maior aeronave da frota da companhia, vai decolar do Recife nesta quinta-feira (14), às 23h, rumo à cidade indiana de Mumbai para buscar a carga estimada em 15 toneladas. 

Serão 15 horas de voo, sem escalas, em um trajeto de mais de 12 mil quilômetros. O voo deve chegar ao Brasil no dia 16, pousando no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, por volta das 15h.

"A Azul, a empresa com a maior malha aérea do país, está empenhada e à disposição das autoridades para distribuir essa e todas as outras vacinas aprovadas", ressalta John Rodgerson, presidente da Azul.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection