Retorno às aulas presenciais será no dia 2 de agosto em todo estado de SP

Ensino técnico, universidades públicas e privadas, além dos cursos médios e básicos, poderão ter taxa de ocupação de 80%
"As regras sanitárias, como uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social, continuam sendo obrigatórias", afirmou o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares (Divulgação / Governo do estado de São Paulo)

Anunciado hoje (7) em coletiva pelo governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), a volta às aulas presenciais do ensino técnico, universidades públicas e privadas é um grande avanço para a retomada gradual e segura da economia do País. Em decorrência da queda dos índices de saúde durante algumas semanas, os alunos voltam às salas, com ocupação de 60%, distanciamento e uso de álcool em gel, a partir do dia 2 de agosto.

O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, acrescentou que os cursos das áreas de Saúde voltam a funcionar presencialmente, com inclusão de Saúde Coletiva, Saúde Pública e Medicina Veterinária.

Sobre as atividades práticas, laboratoriais e estágio, Soares disse ainda que todas elas são essenciais e que poderão funcionar em restrição de ocupação. Também declarou que as regras sanitárias contra a covid-19 continuam sendo obrigatórias. 

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/