Reciclagem de materiais gera empregos em Barueri e cidades vizinhas; conheça algumas iniciativas

Muitos dos municípios do Cioeste implantaram as coletas seletivas e também os ecopontos, abrindo frentes de trabalho e ajudando muitas famílias
Em Barueri, todo o material coletado é enviado para a CooperYara, que é uma cooperativa de ex-catadores de lixo (Divulgação / Prefeitura Municipal de Barueri)

Não é novidade para ninguém que a reciclagem é uma excelente forma de descarte de materiais, pois é um ciclo onde todos ganham. Reciclar não só ajuda na manutenção de recursos naturais como madeira, água e minerais, como também ajuda muitas famílias, com emprego e renda.

Um personagem que ajuda imensamente nesse ciclo é o cidadão comum, que separa seu lixo orgânico do reciclável, lava as embalagens com a água que utiliza em sua louça (para não desperdiçar esse líquido precioso) e sabe que dentre os materiais que podem ser reciclados estão: plástico, caixa longa vida, papel alumínio, vidros, arames, talheres e panelas, copos descartáveis, papel, latas, metais, papelão, tubos PVC, fios elétricos e ferrugens. Já entre os materiais que devem ser descartados como lixo orgânico temos os restos de alimentos, papel higiênico, guardanapos, absorventes íntimos, madeira, fraldas, lenços de papel, entre outros.

Em quase todas as onze cidades da região oeste da Grande São Paulo encontramos ecopontos municipais e particulares e vemos que há a preocupação com a coleta seletiva de materiais. Em Barueri, por exemplo, a coleta seletiva atende 100 % da cidade. Todo o material coletado é enviado para a CooperYara, que é uma cooperativa de ex-catadores de lixo, onde o material reciclável é prensado e vendido para empresas que o utilizam como matéria prima. Toda a renda é revertida para cooperativa beneficiando inúmeras famílias. Osasco também se empenha na reciclagem. Além de três cooperativas (Cooperareis, CoperNatus e a Coopermundi), a cidade conta com sete ecopontos, essenciais para um município com uma população de quase 700 mil pessoas. Já em Cotia, 12 bairros, 80 condomínios e 95 empresas contam com a coleta de material reciclável, além de ter fácil acesso a quatro postos de entrega voluntária (PEV). Para quiser saber mais sobre estas e outras cidades do Cioeste, preparamos uma listagem com os contatos das secretarias que cuidam do assunto. Confira:

Araçariguama
Secretaria do Planejamento, Desenvolvimento, Meio Ambiente e Agricultura
Telefone: 4136-4900
Rua Leopoldo da Silva, 1000, Jardim Bela Vista

Barueri

Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente
Telefone: 4199-1500

Av. Henriqueta Mendes Guerra, 1124, Jardim São Pedro


Cajamar
Secretaria de Meio Ambiente
Telefone:
44466650
Av. Deovair Cruz de Oliveira, Jordanésia (Centro de Eventos Boiódromo)

Carapicuíba
Secretaria de Meio Ambiente
Telefone: 4187-3837
Av. Inocêncio Seráfico, 2005 - Vila Santa Lúcia.


Cotia
Telefone: 4614-4014

Rua Jorge Caixe, 306, Jardim Nomura

Itapevi
Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais
Telefone: 4205-4347 e 4205-4345
Rua Heloísa Hiddeko Koda, 21, Vila Nova Itapevi

Jandira
Secretaria de Meio Ambiente
Telefone: 4618-5997
Rua Manoel Alves García, 100, Jardim São Luiz

Osasco
Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos
Telefone: 3652-9511
Av. Lázaro de Mello Brandão, 300, Vila Campesina

Pirapora do Bom Jesus
Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente
Telefone: 4131-1838
Av. José de Almeida Neves, 15, Vila Nova

Santana de Parnaíba
Secretaria Municipal de Planejamento, Receita e Meio Ambiente
Telefone: 4622-7535
Rua São Miguel Arcanjo, 100, Centro

Vargem Grande Paulista

Secretaria de Planejamento Urbano e Obras Municipais
Telefone: 4158-8800

Praça da Matriz, 75, Centro 

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 03 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/