Sidebar Menu

Polícia prende acusados de pedofilia em Osasco e Carapicuíba

No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão

A Operação Luz na Infância coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública prendeu três suspeitos de cometerem crimes de abuso e exploração sexual nas cidades de Osasco (2) e Carapicuíba (1). Ao todo são cumpridos 112 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes.

A operação conta com a colaboração da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, por meio da Adidância da Polícia de Imigração e Alfândega em Brasília (US Immigration and Customs Enforcement-ICE), oferecendo cursos, compartilhamento de boas práticas e capacitações que subsidiaram as cinco fases da operação.

No Brasil, a pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos pelo compartilhamento e de 4 a 8 anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: