Sidebar Menu

PIB de Osasco torna a cidade a 6ª mais rica do País, segundo IBGE

O número do IBGE é referente ao PIB absoluto do município. O PIB por habitante é outra classificação

Osasco registrou um PIB de R$ 77,9 bilhões em 2017, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número coloca a cidade como a 6ª mais rica do Brasil - subiu duas posições no ranking em relação ao ano anterior - e a 2ª do Estado de São Paulo.

Atividades de serviços, principalmente no comércio e em atividades financeiras, contribuíram para o crescimento. "É uma grande conquista aparecer entre os 10 maiores PIBs absolutos do País. Osasco é forte na área de serviços", afirma Ulisses Ruiz de Gamboa, professor e pesquisador do Centro Mackenzie de Liberdade Econômica.

Já em relação ao PIB per capita, Osasco surge no 44º lugar. "Apesar do município não ter obtido tanto destaque no PIB por habitante, temos que considerar que o Brasil possui 5.570 municípios", ressalta Gamboa.

A cidade também obteve o maior acréscimo de participação no PIB brasileiro (0,3 ponto percentual) de 2002 a 2017. Além disso, obteve a maior densidade econômica do país, gerando R$ 1 bilhão por quilômetro quadrado.

Em 2017, sete municípios somaram 24,4% do PIB do Brasil e 13,6% da população: São Paulo (SP) com 10,6%, Rio de Janeiro (RJ) com 5,1%, Brasília (DF) com 3,7%, Belo Horizonte (MG) com 1,4%, Curitiba (PR) com 1,3%, Osasco (SP) com 1,2% e Porto Alegre (RS) com 1,1%.

Dados das cidades:

- Barueri ficou na 15ª posição no PIB absoluto no ranking nacional em 2017, e no 5º lugar no ranking estadual. No PIB per capita, ou seja, por habitante, ficou na mesma colocação: 15ª no País, e na 6ª posição no Estado de SP.

- Carapicuíba ficou na 181ª posição no PIB absoluto no ranking nacional em 2017, e no 60º lugar no ranking estadual. No PIB per capita, ou seja, por habitante, ficou na 3237ª colocação no País, e na 588ª posição no Estado de SP.

- Cotia ficou na 84ª posição no PIB absoluto no ranking nacional em 2017. No PIB per capita, ou seja, por habitante, ficou na 358ª colocação no País, e na 85ª posição no Estado de SP.

- Itapevi ficou na 84ª posição no PIB absoluto no ranking nacional em 2017, e no 31º lugar no ranking estadual. No PIB per capita, ou seja, por habitante, ficou na 323ª colocação no País, e na 76ª posição no Estado de SP.

- Jandira ficou na 233ª posição no PIB absoluto no ranking nacional em 2017, e no 75º lugar no ranking estadual. No PIB per capita, ou seja, por habitante, ficou na 937ª colocação no País, e na 196ª posição no Estado de SP.

- Osasco ficou na 6ª posição no PIB absoluto no ranking nacional em 2017, e no 2º lugar no ranking estadual. No PIB per capita, ou seja, por habitante, ficou na 44ª colocação no País, e na 11ª posição no Estado de SP.

- Santana de Parnaíba ficou na 124ª posição no PIB absoluto no ranking nacional em 2017, e no 43º lugar no ranking estadual. No PIB per capita, ou seja, por habitante, ficou na 149ª colocação no País, e na 36ª posição no Estado de SP.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection