Sidebar Menu

Pesquisa mostra que a CoronaVac é eficaz contra as novas variantes do coronavírus

O Instituto Butantan e a USP atestaram que a vacina fabricada no Brasil é eficaz contra as três novas cepas que circulam no País
Nas cidades que fazem parte do Cioeste o número total de vacinados até às 16h de hoje (10) somava 110.104 pessoas (Divulgação Governo do estado de São Paulo)

Estudos preliminares conduzidos pelo Instituto Butantan em parceria com a Universidade de São Paulo, demonstraram que a vacina produzida no Brasil, a Coronavac, pode neutralizar as três variantes do novo coronavírus que já circulam no País. Essa notícia é um alento em meio a tantas informações ruins sobre mortes e internações.

Os testes, que já estão em sua terceira fase, foram realizados com 35 pessoas vacinadas. Neles, os soros dessas pessoas são utilizados e as amostras colocadas em um cultivo de células. Posteriormente, essas células foram infectadas com as novas cepas e finalmente testadas.

Vacinados no estado

De acordo com o Vacinômetro, até às 16h de hoje (10), 3.563.483 pessoas já foram vacinadas no estado de São Paulo, sendo que 2.604.087 receberam a primeira dose da vacina e 959.396, a segunda.

Na região Oeste da Grande São Paulo, nas cidades que fazem parte do Consórcio Cioeste (Araçariguama, Barueri, Cajamar,Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista), o número total de vacinados é de 110.104. Veja por município:

Araçariguama: 865

Barueri: 20.175

Cajamar: 3.097

Carapicuíba: 14.665

Cotia: 10.436

Itapevi: 8.916

Jandira: 3.679

Osasco: 37.728

Pirapora do Bom Jesus: 922

Santana de Parnaíba: 6.941

Vargem Grande Paulista: 2.680

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/