Sidebar Menu

Osasco não tem previsão para retorno das aulas presenciais neste ano

Pesquisa aponta para o fato de que 80% dos pais não concordam em liberar seus filhos para aulas presenciais

Na última quarta-feira, 19, o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), confirmou que as prefeituras terão autonomia para decidir se irão acompanhar o cronograma previsto pelo estado para o retorno presencial às aulas nas redes públicas e privada. As aulas presenciais poderão ser retomadas a partir de 7 de outubro.

Mas, para que isso ocorra, será necessário que todo o estado paulista esteja na Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo: ao menos 80% das regiões precisarão estar há 28 dias nessa fase e, o restante, há pelo menos 14 semanas nessa etapa. 

Sem retorno presencial
Na quinta-feira, 20, a prefeitura de Osasco afirmou à reportagem do Giro S/A que o plano da retomada das aulas está pronto, mas aguarda a aprovação da Vigilância Epidemiológica para publicação. Segundo a administração municipal ressaltou que consultas feitas nas unidades escolares indicam que 80% dos pais e responsáveis afirmaram que não concordam em liberar seus filhos para aulas presenciais. Diante do cenário, a previsão atual é que não aconteça o retorno presencial, porém, serão analisadas indicações da Vigilância Epidemiológica.

Profissionais da Educação serão testados
Em Carapicuíba, não há previsão para o retorno das aulas presenciais nas escolas municipais. Conforme a prefeitura comunicou, as atividades in loco só voltarão a ser realizadas após a autorização dos especialistas da saúde e quando for seguro para profissionais da educação e alunos. O município também realizou consulta ao pais, e a enquete apontou que a maioria é contra o retorno das aulas presenciais nesse momento.

Mesmo sem previsão de retorno, a prefeitura informa que os profissionais da educação serão testados para covid-19 e as escolas continuam sendo desinfectadas. No município, a Secretaria de Educação segue o ano letivo com a distribuição de apostilas para os alunos e aulas online.

Sem consulta pública
A prefeitura de Jandira reafirma que seguirá as determinações do governo estadual em relação ao retorno às aulas presenciais na cidade. A volta só acontecerá somente quando for seguro para todas as escolas. O plano da retomada continua em elaboração e seguirá os protocolos determinados pelo governo do estado. Na cidade não foi realizada nenhuma consulta aos pais de alunos sobre a retomada às aulas.

Incertezas
Santana de Parnaíba não tem previsão do retorno às aulas. De acordo com a prefeitura, o município segue as diretrizes do governo do estado de São Paulo e os indicadores pautados pela OMS além de procedimentos orientados pelos órgãos de saúde. A prefeitura declara que um plano de retomada já foi elaborado e devido às incertezas do momento pandêmico, recebe adequações permanentes, conforme atualizações dos órgãos competentes.

O município realizou consulta pública sobre o tema, e o levantamento apontou que a maioria da população não acha prudente o retorno às aulas em 2020. Estão sendo considerados vários aspectos que envolvem este momento vulnerável que o mundo está enfrentando.



Veja mais notícias sobre GeralMetrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection