Sidebar Menu

Nova entrada seria solução para reduzir trânsito

Apesar dos recursos municipais, obra de novo acesso via Castello Branco ainda depende de acertos contratuais entre a CCR e o governo do Estado

Fluidez no trânsito. Esse é o grande desafio das grandes cidades que compõem a Região Metropolitana. E essa questão também é o principal desafio de Osasco. Com 65km² e quase 700 mil habitantes, a mobilidade urbana ainda é o grande problemas a ser resolvido na cidade que sofre com os efeitos colaterais causados pelo crescimento de empreendimentos residenciais e comerciais.

Osasco possui uma frota de aproximadamente 500 mil veículos cadastrados, além da frota flutuante, ou seja, carros de outras cidades que transitam por suas vias, e tem como um dos projetos prioritários a reformulação da entrada da cidade, através da rodovia Castello Branco.

Na semana passada, o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), participou de uma reunião com os prefeitos da região, no Cioeste. Durante o encontro ele revelou que ainda não há data para que a obras saia do papel.

A administração também estuda a construção de um complexo que ligará o centro à zona norte. "É um projeto de custo alto e buscamos recursos para a construção", afirma o prefeito.

Transporte

Com 23 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus, a cidade ganhou no final do ano passado a implantação do Bilhete Único Municipal. Lins garante que segue na luta para conquistar a integração com as linhas de trem da CPTM.

Para o especialista em mobilidade urbana e professor do Mackenzie, Luiz Vicente, as prefeituras devem pensar em conjunto. "Não adianta cada cidade ter um plano de mobilidade, pois a região enfrenta os mesmos problemas", explica. Ele acrescenta que o transporte público é a solução. "Obras viárias chegam a um ponto onde se cria gargalos. Então, primeiro se deve investir em transporte e depois adotar medidas para atrair empresa para que a população tenha oportunidade de trabalho na cidade onde vive e assim fique menos tempo no trânsito."

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection