​Obra em viaduto de Osasco altera o trânsito na avenida dos Autonomistas neste fim de semana (13 e 14)

Segundo a Prefeitura, serão implantadas 298 placas na estrutura. Operação vai envolver guindastes com capacidade para até 70 toneladas
Orçado em R$ 14.462.515,73 milhões, as intervenções do viaduto tiveram início em agosto de 2020 (Marcelo Deck/Prefeitura de Osasco) 

A secretaria de Habitação de Osasco realiza neste fim de semana (13 e 14), a última etapa de lançamento e montagem das pré-lajes do vão do viaduto de acesso ao conjunto Miguel Costa, sobre a avenida dos Autonomistas.

Para realizar a operação, haverá mudanças no trânsito na avenida dos Autonomistas, como implantação de faixa reversível entre 21 horas de sábado (13) e 14 horas de domingo (14). Agentes do Demutran estarão no local para coordenar o tráfego.

Segundo a administração municipal, serão implantadas 298 placas, em operação que vai envolver guindastes com capacidade para até 70 toneladas e o trabalho de, aproximadamente, 40 pessoas, entre funcionários da construtora FBS, responsável pela obra, e da Prefeitura de Osasco, incluindo das secretarias de Habitação e de Trânsito e Mobilidade Urbana.

Viaduto

Orçado em R$ 14.462.515,73 milhões, as intervenções do viaduto tiveram início em agosto de 2020. O empreendimento irá beneficiar diretamente mais de 4.500 pessoas, que passarão a ter acesso direto a suas moradias no Conjunto Habitacional Miguel Costa.

Ele integra um sistema viário de aproximadamente 700 metros, com duas pistas, rotatória, alça de acesso à área militar, guias, sarjetas e cabeceiras, além de uma área de esportes e lazer no canteiro central e iluminação. O projeto também envolve plantio de árvores para compensação ambiental.

Com a obra, o quartel do Exército de Quitaúna passará a contar com um acesso mais regular e a Companhia Paulista de Transportes Metropolitanos (CPTM) poderá fechar a passagem em nível, eliminando em definitivo riscos de acidentes.

A estimativa é de que 1.150 veículos leves transitarem no local diariamente, além de linha urbana de ônibus. A estrutura está dimensionada para suportar veículos pesados de até 60 toneladas.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/