Sidebar Menu

Mortes de dois suspeitos geram atos de vandalismo em Osasco

Moradores relatam que veículos que trafegam pelas vias são atacados

Após as mortes de dois suspeitos nos cruzamentos das avenidas Leonil Crê Bortolosso com Benedito Alves Turíbio, no bairro Padroeira, limite entre Osasco e Carapicuíba, um protesto foi marcado por atos de vandalismo, interrupção nos serviços de transportes e relatos de ataques a motoristas.

Duas câmeras do sistema Detecta da Prefeitura de Osasco foram arrancadas e queimadas. Um homem escalou um poste das câmaras de monitoramento da Prefeitura. A estrutura não suportou o peso e desabou (veja no vídeo).

Horas após a Polícia Militar deixar o bairro, as linhas de ônibus municipais e intermunicipais deixaram de atender os bairros próximos ao Padroeira em Osasco e Carapicuíba.

Moradores relatam que veículos que trafegam pelas vias são atacados. Em um áudio que circula por um aplicativo de conversas, um homem relata que seu veículo foi atingido por dois disparos de manifestantes.

Logo após os dois criminosos serem baleados, moradores de uma comunidade partiram para cima dos militares em represálias pelas mortes.

PM diz que reforçou policiamento na região.

As mortes
Na tarde deste domingo (23), dois criminosos foram mortos após tentarem roubar a moto de um policial militar.

Houve perseguição pelas ruas do bairro e os dois jovens assaltantes foram baleados e morreram em pronto-socorros da região.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: