Sidebar Menu

Mais de 30 galos de rinhas são apreendidos em Osasco

Animais estavam com sinais de maus-tratos
Nas rinhas, aves lutam até esgotamento total e muitas vezes sofrem mutilação (Foto: El País)

Nesta semana, a Polícia Militar Ambiental apreendeu 33 galos utilizados para rinhas (briga de aves) que eram criados clandestinamente em Osasco.

O responsável que criava os animais recebeu multa e responde em liberdade por crime ambiental.

As aves estavam feridas, com sinais de mutilação. Além disso, ficavam em espaços apertados, sem ventilação ou condições de higiene, o que caracteriza maus-tratos.

Medicamentos e materiais utilizados para preparar os animais também foram apreendidos pela polícia.

Outras 15 aves silvestres que eram mantidas no cativeiro também foram resgatadas.

As aves foram encaminhadas para o Centro de Recuperação de Animais Silvestres do Parque Ecológico Tietê e para a Prefeitura de Osasco, onde devem receber os cuidados necessários.

Veja mais notícias sobre GeralMetrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection