Sidebar Menu

Mais da metade das famílias paulistanas tiveram queda de renda devido à pandemia, diz Datafolha

Morador de Cotia, o engenheiro ambiental Leandro Batista de Lima foi diretamente afetado com a paralização dos projetos
Cerca de 69% de quem está procurando emprego solicitou auxílio emergencial do Governo Federal (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Nesta semana, pesquisa da Datafolha apontou que 52% das famílias paulistanas tiveram queda na renda devido à pandemia do coronavírus. Outras 41% afirmam que mantiveram os rendimentos, enquanto 7% registraram aumento. Segundo a pesquisa, nas famílias que ganham até dois salários mínimos, 55% tiveram queda na renda. Entre aquelas com mais de dez salários mínimos, 33%. Entre autônomos, 66% tiveram perda. Nos assalariados registrados, 47%.

Ainda de acordo com o perfil da amostra da pesquisa Datafolha, 13% dos entrevistados na capital paulista se declararam desempregados, incluindo aqueles que estão ou não à procura de trabalho. Entre os que estão à procura de emprego, 69% solicitaram o auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federak. Conforme os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a volta dos brasileiros às ruas já começa a pressionar a taxa de desemprego, que na quarta semana de agosto bateu 14,3%, o maior nível desde o início da pandemia. São, ao todo, 13,7 milhões de desempregados em todo o país.

Perda de renda
Para o engenheiro, Leandro Batista de Lima, 37, morador de Cotia, a perda da renda se acentuou durante a pandemia. Leandro é engenheiro ambiental e, antes da quarentena, sua renda estava entre R$ 5 mil e R$ 6 mil com serviços prestados em sua área de atuação. No entanto, durante a pandemia, sua renda caiu quase pela metade. "Como trabalho com a execução de projetos, fui diretamente afetado com a paralização de serviços do setor de construção civil. Cheguei a ficar semanas sem nenhum tipo de trabalho", lamenta.

Para superar os dias difíceis, Leandro ofereceu trabalhos de sondagem para realização de cálculo estrutural para construção de casas, em condomínios da região. "Dessa forma fui conseguindo complementar a renda, mas não foi nada fácil", destaca. Lima, atualmente, aguarda o retorno de entrevistas. "Estou bem otimista. Com a retomada da economia, pretendo voltar com força total o mais rápido possível", finaliza. A pesquisa do Datafolha foi realizada nos dias 21 e 22 de setembro, com 1.092 entrevistados. A margem de erro é de até três pontos percentuais para mais ou para menos. 

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection