Sidebar Menu

Lins tem alta e retorna ao trabalho com restrições médicas

Prefeito de Osasco poderia ter ficado com sequelas na visão 

Alta com restrições. Esse foi o comunicado feito pelo prefeito Rogério Lins (Pode) e pela primeira-dama Aline Lins durante coletiva, na tarde dessa quarta-feira, 10, no Hospital Antônio Giglio. 

O casal esteve internado por 12 dias após queimaduras sofridas ao acender uma fogueira, no dia 28 de junho, no Arraia do Servidor. 

O prefeito teve 16% do corpo queimado e a primeira-dama, teve ferimentos mais graves que atingiram 8% do corpo. Ela passou na segunda-feira, 8, por uma cirurgia de enxerto nas mãos.

Emocionado, o prefeito lembrou que ouviu dos médicos que poderia ter problemas de visão. "Foi um grande livramento. Tivemos os cílios, pálpebras e sobrancelhas queimadas e não sofremos lesões nas córneas", disse acrescentando que as chamas atingiram 800 graus. "Também não sofremos lesões no nosso sistema respiratório devido ao calor", garante.

Veja mais notícias sobre Metrópole.