Sidebar Menu

Lesões oculares em pacientes com covid-19 é tema de estudo do Hospital Municipal de Barueri

Investigação foi realizada entre março e junho de 2020 em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações
Estudo que confirma relação entre covid-19 e lesões oculares ocorreu entre março e junho de 2020 (Divulgação / Prefeitura Municipal de Barueri)

Um estudo desenvolvido entre o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) demonstrou que dos 104 pacientes participantes (60 internados na UTI e 44 na enfermaria do Hospital São Paulo), 21,9% apresentaram lesões oculares e 3%, lesões que comprometiam a visão.

Tudo começou quando os médicos perceberam que pacientes acometidos pela covid-19 estariam apresentando alterações e lesões nos olhos. O estudo ocorreu entre março e junho de 2020. Nos primeiros meses de 2020, o grupo, coordenado pelo Prof. Dr. Rubens Belfort Jr., professor titular de oftalmologia da Escola Paulista de Medicina e presidente da Academia Nacional de Medicina (ANM), notou modificações na retina de alguns profissionais de saúde que tiveram a forma leve de covid-19, e publicou o primeiro artigo do mundo sobre alterações oftalmológicas relacionadas ao coronavírus. Depois de confirmada a relação entre a covid e problemas oculares, o estudo foi ampliado e pacientes graves que tiveram maior acometimento da retina foram incluídos.

Em março de 2021 o tema foi aceito para publicação na revista médica Ocular Immunology and Inflammation Journal, e teve grande repercussão. Vale ressaltar que o estudo ainda está em andamento e que os pacientes continuam em sendo acompanhados para avaliar a evolução do quadro.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/