Sidebar Menu

Jovem de Carapicuíba é uma das nove vítimas mortas em Paraisópolis

Armas dos policiais envolvidos no episódio foram apreendidas

O jovem Mateus Costa, de 23 anos, é uma das nove vítimas mortas por pisoteamento durante um baile funk, na madrugada de domingo, 1º, durante uma ação da PM em Paraisópolis, na zona Sul da Capital.

A família do jovem esteve no IML Sul e já realizou os trâmites burocráticos para liberar o corpo do rapaz. Familiares não sabiam que o jovem participava do evento na comunidade. Descobriram após um vídeo que circula nas redes sociais que o identificou caído no chão.

Segundo a PM, Policiais do 16º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) realizavam Operação Pancadão na região, quando dois homens em uma motocicleta atiraram contra os agentes. A moto fugiu em direção ao baile funk, ainda efetuando disparos, ocasionando um tumulto entre os frequentadores do evento.

Nove pessoas foram pisoteadas e resgatadas ao Hospital do Campo Limpo, onde morreram. Outras sete pessoas foram socorridas com lesões ao AMA Paraisópolis. Duas viaturas da PM foram depredadas.

Investigação interna

A Polícia Militar de São Paulo informou, hoje (2), que a Corregedoria da corporação abriu inquérito para averiguar a conduta dos agentes que atuaram em Paraisópolis, onde nove pessoas morreram em um baile funk. O episódio ocorreu na madrugada deste domingo (1º). Em nota, a PM diz que todas as circunstâncias serão apuradas. "As armas dos policiais foram apreendidas e encaminhadas para perícia", acrescentou.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: