Sidebar Menu

Ipem-SP valida radares em Osasco

Verificação é exigida para que equipamento possa multar
Radares precisam estar validados para estarem legalmente aptos a aplicarem multas (Foto: Divulgação)

O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) validou nesta terça-feira (2) os radares instalados na Avenida Bussocaba, próximo da Rua Narciso Sturlini, na sequência, nas Avenidas Hilário Pereira de Souza, próximo do nº 492, e na Presidente João Goulart, próximo da Rua Pedro Furlan, em Osasco.

Diariamente, o Ipem-SP verifica os radares de velocidade em todo o Estado de São Paulo. Conforme a Portaria Inmetro 544/2014, é obrigatória a aferição uma vez por ano ou toda vez que o equipamento passar por reparo.

A aferição no radar leva de 20 minutos até uma hora. A ação envolve os fiscais do Ipem-SP e a equipe da empresa responsável pelo radar.

Em caso de chuva, a verificação é cancelada. O cancelamento também pode ocorrer poucas horas antes do agendado, conforme solicitação dos agentes de trânsito ou empresa responsável pelo equipamento.

Caso o equipamento seja aprovado, recebe um certificado válido por um ano. Quando há reprovação a empresa fabricante é notificada a corrigir o erro.

Em caso de excesso de velocidade, para aplicação de multas, o equipamento precisa estar verificado pelo Ipem-SP. Caso contrário, a não verificação do equipamento pode ser usada como argumento em recursos contra a multa aplicada.

A ação foi realizada pela equipe de fiscalização do instituto da Regional Oeste da capital.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection