Sidebar Menu

Imagens mostram ação dos bandidos que roubaram apartamentos

Prefeitura de Osasco lamentou a ocorrência policial e dá detalhes sobre a interdição do prédio

As imagens de câmeras de segurança mostram a ação de ao menos três criminosos que roubaram apartamentos na madrugada de domingo (12), com armas em punho eles arrobaram diversas moradias e levaram objetos e até comida. A Polícia Civil está utilizando as imagens dos circuitos do condomínio e de imóveis na região além de exames de ter recolhido as digitais para chegar aos bandidos.

A terça-feira (14), foi de mudanças para os moradores que após o crime recolheram seus pertences para evitar prejuízos ainda maior. "Estou levando minhas coisas para não perder mais que já perdi", relata um morador que não quis se identificar.

Em nota a Prefeitura de Osasco lamentou a ocorrência policial e explicou sobre a interdição. "Os prédios foram interditados por apresentarem rachaduras que colocam em risco a segurança dos moradores. A partir da interdição, os moradores foram orientados sobre a necessidade da contratação de empresa especializada para a execução das obras que garantam o reforço necessário à construção. Assim que as obras forem executadas, os responsáveis deverão acionar a Defesa Civil para nova vistoria e emissão do Habite-se", diz a nota.

A Secretaria de Segurança Pública diz que "o caso é investigado pelo 8º DP de Osasco. Até o momento, não foram formalizados os registros da ocorrência, mas a Polícia Civil vai ouvir as vítimas e colher mais informações que possam auxiliar na identificação e prisão dos autores. A PM reorientou o policiamento na região".

A interdição

A Defesa Civil de Osasco interditou em 10/12 o condomínio residencial das Oliveiras. Segundo o órgão municipal, o edifício apresenta problemas na estrutura do imóvel que pode desabar.

O prédio com apartamentos de 42 metros quadrados foi entregue em 2017 e foi construído pela Construtora Caruso que faliu ano passado.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: