Sidebar Menu

Guardas municipais salvam bebê de sete dias em Barueri

"A sensação de salvar uma vida faz todo o trabalho valer a pena", diz guarda civil.

No último dia 22, a pequena Melissa, de apenas sete dias de vida, se engasgou após ser amamentada. Uma viatura da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) logo chegou à residência da criança, em Barueri. Um dos guardas aplicou a manobra de Heimlich, método de desobstrução das vias aéreas superiores.

"Com o bebê nos braços consegui desobstruir a via aérea posicionando as mãos na região abdominal e exercendo uma pressão sobre o final do diafragma e, então, a criança começou a reagir e a encaminhamos ao pronto-socorro do bairro", contou o subinspetor Dioney da Silva Pereira.

A criança passa bem. "Não tem explicação. A sensação de salvar uma vida faz todo o trabalho valer a pena. Nosso serviço não é apenas pegar ladrão e manter a segurança da população, mas também salvar vidas. E isso não tem preço", diz o subinspetor.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: