​Governo estadual estende o "Merenda em Casa" até dezembro

Mais de 770 mil alunos são atendidos pelo programa
O benefício é pago integralmente pelo governo estadual por meio do apliacativo para smartphone PicPay (Foto: Divulgação/Governo do estado de SP)

O governador do estado São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na tarde desta quinta-feira (19) que o governo estadual irá prorrogar o programa "Merenda em Casa" até dezembro deste ano para os mais de 770 mil alunos da rede estadual. No total, o investimento será de R$ 345 milhões. O comunicado foi feito por meio de uma coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, na capital. 

Criado no início da pandemia do coronavírus para ajudar estudantes em situação de vulnerabilidade social inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal, o programa auxilia a compra de alimentos durante o período de suspensão de aulas presenciais. A oitava parcela de benefício no valor de R$ 55 foi paga nesta semana e a previsão que a próxima seja transferida no início de dezembro.

"O programa atende os estudantes mais carentes, aqueles que vivem, infelizmente, em situação de pobreza ou extrema pobreza e que recebem a oportunidade de fazerem a sua merenda em suas casas", explicou Doria durante a coletiva. O benefício é pago integralmente pelo governo estadual por meio do aplicativo para smartphone PicPay, disponível nos sistemas Android e iOS. Mais de 2,5 milhões de estabelecimentos comerciais no estado aceitam o pagamento com a tecnologia. 

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/