Sidebar Menu

​Governo de SP estende horário de atendimento de bares, restaurantes e padarias

Medida é valida para regiões que estejam na fase amarela do Plano SP
Anúncio foi feito pelo governador João Doria nesta quarta (5) (Foto: Divulgação/Governo de SP)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (5) a autorização para que bares, padarias, restaurantes e similares ofereçam consumo local até as 22 horas, em regiões que estejam na fase amarela do Plano São Paulo há pelo menos 14 dias. O comunicado foi feito em coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, na Capital. 

Entre as principais medidas estão o consumo em ambientes arejados ou ao ar livre, com o uso obrigatório do uso de assentos; não é permitido consumir bebidas e alimentos em pé; para evitar aglomerações, os estabelecimentos devem atender os clientes com horário agendado.

O governo estadual também salienta que a ocupação máxima desses espaços deve ser de 40% de sua capacidade e que o funcionamento precisa ocorrer por no máximo seis horas, seguindo os protocolos sanitários já estabelecidos.

Flexibilização 
"Depois de rigorosa análise, o Centro de Contingência constatou que não houve impacto negativo dos indicadores epidemiológicos com a retomada gradual do consumo em restaurantes em regiões que estão na fase amarela do Plano São Paulo. A partir desta constatação, o Governo do Estado vai publicar amanhã o decreto que autoriza abertura de restaurantes, padarias e estabelecimentos de alimentação até as 22 horas", disse Doria.

São Paulo
Na mesma coletiva, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou que publicará um decreto no Diário Oficial Paulista regulamentando o funcionamento dos estabelecimentos nas calçadas. Ao todo serão contemplados 32 estabelecimentos nessa primeira fase do programa.

A Prefeitura também irá isentar o IPTU desses estabelecimentos durante o período de testes. Caso o projeto não funcione, Covas reforçou que a autorização pode ser revogada. Se for bem sucedido, o projeto pode ser ampliado para outras regiões da cidade.

Região
Na segunda-feira (27), o Sindicato dos Hotéis, bares, restaurantes e similares da região (SinHoRes) entrou com oito ações judiciais nas cidades de Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Cajamar, Carapicuíba, Itapevi, Jandira e Pirapora do Bom Jesus pedindo que a justiça conceda liminar para a abertura de restaurantes, bares e similares também no período noturno.

Em nota divulgada em seu site, a organização comemorou o anúncio e disse que a medida é uma vitória para o setor. "Nossa pressão junto ao Governo do Estado deu certo. O impacto financeiro causado pela pandemia e as demissões em nosso setor têm sido enormes e a nossa luta para esse anúncio foi muito forte", afirmou o presidente do SinHoRes, Edson Pinto.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection