Sidebar Menu

Governo paulista anuncia volta às aulas presenciais em 1º de fevereiro

Mesmo com o aumento no número de casos de covid-19, governador João Doria autoriza a abertura das escolas e a retomada das aulas em todo o estado 
Creche foi aberta em 2017 em Osasco, a maior das onze cidades que compõem a região do Cioeste, e retomará às aulas presenciais em 1º de fevereiro (Foto: Divulgação / Reprodução Facebook Prefeitura de Osasco)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e os secretários Rossieli Soares, da Educação, e Marco Vinholi, do Desenvolvimento Regional, apresentaram aos 645 prefeitos das cidades que compõem o estado os detalhes da volta às aulas presenciais na rede pública estadual, que acontecerá a partir de 1º de fevereiro. O encontro foi online e aconteceu nesta quarta-feira (13).

Para este ano, a abertura das escolas foi autorizada em todas as fases do Plano São Paulo. Segundo o secretário da Educação, os critérios de segurança estabelecidos pelo Centro de Contingência do Coronavírus serão rigorosamente obedecidos. "Hoje, a ciência nos mostra que o espaço escolar é seguro desde que realizemos todos os protocolos corretamente. Como governo do estado, estamos seguindo a ciência e junto com as prefeituras, vamos avançar para priorizar cada vez mais a educação, abrindo nossas escolas para todos os estudantes", explicou Soares.

No encontro virtual, ainda foram abordadas as parcerias entre estado e municípios, no que diz respeito aos materiais didáticos, merenda e transporte escolar, além de anunciado o investimento de R$ 80 milhões para o programa de ampliação de oferta de vagas em creches escolares. - no qual as prefeituras poderão ofertar seus próprios projetos de obras para construção.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection