​Enel não irá cortar a energia de inadimplentes até 15 de setembro

Contas em atraso poderão ser parceladas em até 12 vezes
Ao receber o comunicado de inadimplência, o consumidor terá 15 dias para negociar o débito (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil) 

A distribuidora de energia elétrica Enel prorrogou na terça-feira (1º) a suspensão no corte do fornecimento de energia por inadimplência. A empresa também comunicou que, até 15 de setembro, não irá enviar avisos de cobrança. 

Segundo a Enel, a medida foi adotada para que os consumidores tenham mais tempo para realizar suas negociações e parcelamentos de contas que estão em aberto, após a retomada da leitura presencial dos medidores. Sediada em Barueri, a companhia explicou que após o recebimento do comunicado do aviso de inadimplência, o consumidor terá mais 15 dias para negociar o débito antes que o corte seja efetuado. 

O parcelamento pode ser feito em até 12 vezes pela própria fatura ou no cartão de crédito, sem juros. Basta acessar o aplicativo Enel SP, disponível para os sistemas iOS e Android, ou pelo número 0800 72 72 120. Para os clientes que preferem ir às lojas, a companhia está oferecendo o atendimento com agendamento pelo site.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/