Sidebar Menu

Elevador quebra e deixa cadeirante sem acesso a trem da CPTM

Aposentado já precisou ser levado nos braços por seguranças da estação em Itapevi  

O cadeirante Douglas Roberto Serafim, de 49 anos, mais uma vez não conseguiu embarcar no trem da CPTM na Estação de Itapevi (Linha 8–Diamante).

Por volta das 9 horas dessa quinta-feira, ele foi até o elevador da estação e viu que o serviço estava desativado por causa de problemas mecânicos.

Três seguranças da estação até pretendiam levar Douglas pelas escadas, mas não foi possível porque os degraus de metal estavam escorregadios e poderia ocorrer um acidente.

Douglas iria para Osasco e diz que até já foi levado para a área de embarque nos braços por outras pessoas.

Essa não é a primeira vez que Douglas passa por isso. Em outro vídeo gravado por um amigo, o aposentado é levado pela escadaria.

Douglas é paralítico desde os seus 16 anos de idade. Ele foi atropelado por um veículo no momento em que ele pedalava em uma Avenida em Osasco, em 1986. "De lá para cá minha vida mudou, eu era um menino e tive que mudar todos os meus planos, eu não pude mais andar", conta.

Nota da CPTM

O elevador da Estação Itapevi, da Linha 8-Diamante da CPTM, apresentou problema nos cabos de aço, que sustentam o meio de transporte, nesta terça-feira (12), sendo necessária a substituição, o que resultou a demora na manutenção. A Estação possui quatro elevadores com acessibilidade e o que apresentou problema fica próximo à passarela. O equipamento está funcionando normalmente nesta quinta-feira (14).

A companhia lamenta o transtorno causado pela indisponibilidade temporária do elevador em Itapevi e reforça que os funcionários da Estação são treinados para atender público com necessidades especiais.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: