Sidebar Menu

Criança que comeu bombom envenenado em escola de Cotia está em estado grave na UTI

Menino passou mal durante aula após comer um chocolate 
Fachada do Hospital onde garoto está internado - Foto: Seconci-SP
O estado de saúde do aluno Pedro A.G.P, de 10 anos, que passou mal após comer um bombom supostamente envenenado na Escola Municipal Idalina Godinho da Silva, Caucaia do Alto, em Cotia, nesta segunda-feira, 15, é considerado grave permanecendo internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Cotia, segundo o boletim médico divulgado na manhã desta quarta-feira, 17, pela Secretaria Estadual de Saúde. A criança passará por novos exames e novas avaliações.   

Segundo o Boletim de Ocorrência, "durante a aula de educação física P.A. encostou no muro e com as mãos na barriga gritou que estava com a barriga doendo em seguida vomitou um líquido verde, a declarante (diretora) que viu a cena de sua sala correu para socorrê-lo".

A criança foi encaminhada para o Pronto-Atendimento de Caucaia. Após o atendimento de urgência, o menino foi transferido para o Hospital Regional de Cotia.​ Segundo a Prefeitura de Cotia, o hospital informou que, há suspeita de envenenamento, uma vez que foi identificada a presença de chumbinho (veneno de rato) em um bombom que ele teria comido.

O caso segue em investigação na Delegacia de Polícia de Caucaia do Alto onde amigos, familiares estão sendo ouvidos para descobrir o que de fato ocorreu com o garoto.  

A Secretaria de Educação está dando todo o suporte para a família. Uma assistente social e assessora da Educação acompanha a família no hospital, diz a Prefeitura. 

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também: