Sidebar Menu

Coronavírus: com novas doses de vacina, cidades da região antecipam imunização de pessoas sem comorbidades

Cotia iniciará amanhã (10) a vacinação de pessoas com mais de 50 anos; Barueri e Osasco anteciparam imunização para quem tem mais de 58 anos
Entre a primeira e a segunda dose, mais de 670.000 vacinas já foram aplicadas nas 11 cidades da região que fazem parte do Cioeste (Francisco Cepeda/Giro S/A)

Cidades da região que fazem parte do consórcio Cioeste, receberam novos lotes de vacinas contra a covid-19 e decidiram antecipar a imunização de pessoas sem comorbidades, levando em consideração a faixa etária. É o caso de Cotia, que iniciará amanhã (10), a vacinação de pessoas com mais de 50 anos. Já em Barueri e Osasco, pessoas com mais de 58 anos já podem procurar uma unidade de saúde para receber a vacina.

Cotia
O prefeito da cidade, Rogério Franco (PSD) garantiu nesta quarta-feira (9) que o município com avançando no plano de vacinação com objetivo de criar uma barreira imunológica. "Começamos a vacinar a partir de amanhã as pessoas sem comorbidades a partir do 50 anos para conseguirmos criar uma barreira imunológica e fazendo o bem para as pessoas que precisam se vacinar. Somos a primeira cidade da região a vacinar essa faixa etária", disse Franco.

Osasco
O prefeito Rogério Lins (Podemos) comemorou a chegada do novo lote de vacinas da Coronavac e Oxford/Astrazeneca na noite de ontem (8), por meio de uma publicação em suas redes sociais. "Conseguimos para nossa cidade um grande lote de vacinas contra a covid-19. Com isso, graças a Deus, anteciparemos grupos e idades", disse. 
Lins ainda reforçou quais os demais grupos que podem procurar a dose do imunizante, entre eles estão: caminhoneiros (que deverão comprovar trabalhar com transporte de carga), garis e funcionários da limpeza pública e profissionais da educação com mais de 45 anos, além da aplicação da 1ª dose a pessoas acima de 18 anos com comorbidades e com deficiência permanente sem comorbidades (não precisa ser beneficiária do BPC).

Barueri
Já o prefeito Rubens Furlan (PSDB) usou as redes sociais na tarde de ontem (8) para lembrar que as vacinas não podem ficar estocadas e que as pessoas precisam comparecer para receber as duas doses do imunizante. "Entendo que nós não podemos ficar com estoque de vacina esperando as pessoas aparecerem para se vacinar. Então, gostaria de informar que temos vacinas suficientes para imunizar as mulheres grávidas, aquelas que tiveram bebê e também aqueles que estão dependem a segunda dose. E também, temos vacina para imunizar as pessoas com deficiência e as pessoas a partir de 58 anos", enfatizou o prefeito.

Foto de capa: Uelson Hnekell/Giro S/A.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/