Sidebar Menu

Coronavírus: cidades da região vacinam pouco

O estado de São Paulo possui 645 municípios e, de acordo com um ranking criado pelo governo estadual, entre os 100 piores, há oito cidades do consórcio Cioeste
A melhor colocada da região do Cioeste é Osasco na 509º posição, tendo imunizado 8,3% de sua população (Francisco Cepeda / Giro S/A)

O governo do estado de São Paulo criou um ranking que divulga em tempo real o percentual de vacinação em cada município do estado em relação à população local. Os dados disponíveis no site do Vacinômetro indicam que todas as cidades da região oeste da Grande São Paulo, que compõem o Consórcio Cioeste, imunizaram uma parte bem pequena de sua população em relação ao resto do estado. O estado de SP possui 645 municípios e, entre os 100 piores no ranking, há oito cidades do Cioeste.

O pior da região é Jandira, na posição 641º. O município vacinou 4,7% de sua população. Itapevi está uma posição à frente, com 4,8% da população imunizada. Cotia (631º, 5,3%); Carapicuíba (620º, 5,9%); Vargem Grande Paulista (611º, 6,1%); Araçariguama (607º, 6,2%); Pirapora do Bom Jesus (606º, 6,2%) e Santana de Parnaíba, que figura na posição 596º, com 6,5% da população imunizada, completam a lista dentre os 50 piores do estado.

Mesmo as demais cidades aparecem mal colocadas no ranking. Cajamar está na posição 592º, com 6,6% da população vacinada. Barueri, em 513º, com 8,2% da população imunizada. A melhor colocada é Osasco, na 509º posição e tendo imunizado 8,3% de sua população. A capital paulista aparece no meio do ranking, na 319ª posição, com 10,8% da população vacinada. A primeira colocada é a pequena Flora Rica, cidade com 1430 habitantes na região de Presidente Prudente. Já foi vacinada 27,6% da população.

Problema principal

É sempre bom lembrar que os prefeitos do Cioeste estão empenhados na busca por vacinas. De forma geral, o problema da vacinação no Brasil é a quantidade de vacinas disponibilizadas. A compra dos imunizantes está sendo feita tardiamente pelo governo federal e os consórcios entre governadores e prefeitos foi idealizado recentemente para se resolver a questão.

Também vale destacar o empenho do governo estadual que, com a parceria do Instituto Butantan e a iniciativa privada, está garantindo o abastecimento para todos os 645 municípios de São Paulo mais os outros 26 estados do país.

*Colaborou Nanci Dainezi.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/