Sidebar Menu

CIEE lança Programa Jovem Talento, que visa gerar 600 mil vagas de estágios

Atualmente, há mais de 17 milhões de jovens à margem da economia que precisam de apoio do setor privado
Programa para estudante do ensino médio oferece 1h diária de capacitação EAD (Foto: Divulgação/Freepik)

Nesta quinta-feira (24), o Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE lançou, em coletiva de imprensa online, o Programa Jovem Talento CIEE, iniciativa voltada para estágio de alunos do ensino médio na faixa etária de 16 a 24 anos. A reportagem do Giro S/A acompanhou o evento e apresenta todos os detalhes a seguir.

O programa visa oferecer 600 mil de vagas de estágio nas empresas brasileiras. De acordo com o superintendente institucional do CIEE, Ricardo Melantonio, no Brasil, há mais de 17,2 milhões de jovens à margem da economia que precisavam ser assistidos.

Para oferecer uma oportunidade aos estudantes do ensino médio, foi criado o projeto, que possibilita a empresa contratar jovens de 16 a 24 anos por cinco horas de estágio e uma hora diária de capacitação profissional disponibilizada pela instituição. A iniciativa representa a oferta direta de novas oportunidades para os jovens - faixa etária mais afetada pelo desemprego - e combater à evasão escolar, já que para participar do programa será necessário estar matriculado em uma instituição de ensino.

Segundo o CIEE, apenas em seu banco de cadastro, existem 500 mil jovens do ensino médio e técnico elegíveis para o programa, sendo a faixa etária com o maior número de pessoas desocupadas. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) esse índice chegava a 35,5% da população entre 14 e 24 anos no 2º trimestre de 2020.

Educação digital
O programa estabelece que o adolescente tenha carga horária diária de seis horas, sendo uma reservada para a capacitação via ensino a distância na própria empresa. Os cursos online serão divididos em quatro módulos: Administração, Comércio e Varejo, Contabilidade e Finanças e Tecnologia, que poderão ser personalizadas de acordo com a necessidade das empresas parceiras. Todas contam com carga horária de 480h e visam desenvolver habilidades técnicas, comportamentais e valores humanos.

Qualificação profissional
O CIEE oferece mais de uma centena de cursos para aperfeiçoamento profissional, que vão desde questões para o ENEM ao início de informática. "A bolsa de estágio de R$ 500 deve ser vista como uma oportunidade de ingressar no mercado de trabalho e aprendizado", destacou o CEO do CIEE, Humberto Casagrande.

Qualquer empresa, incluindo MEIs, poderão aderir ao projeto. "Os jovens ajudam a oxigenar o ambiente de trabalho, com uma nova linguagem e novas relações para a empresa, motivando a todos", destaca Casagrande. De acordo com o superintendente Nacional de Atendimento do CIEE, Luiz Gustavo Coppola é possível gerar um milhão de vagas para os jovens se dois programas, Programa Jovem Talento e Programa Jovens Aprendiz, forem largamente adotados no país. Esse cálculo, segundo ele, foi projetado no potencial de adesão de pelo menos 10% dos seis milhões de empresas do país, ou seja, 600 mil vagas mais o potencial de 400 mil vagas do Projeto Jovem Aprendiz.

O programa é válido para os estados da Região Norte, Nordeste (exceto Pernambuco), Centro-Oeste e São Paulo. As empresas interessadas em ofertar vagas nesta modalidade podem fazer contato diretamente com um consultor do CIEE nestes locais. Para estudantes ou empresas tirarem suas dúvidas ligue (11) 3003-2433 ou acesse o site.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection