Sidebar Menu

Capital vai adiantar feriados, diz Bruno Covas

Medida visa desafogar leitos de UTI e enfermarias
Covas explicou a situação em coletiva virtual. (Foto: Prefeitura de São Paulo)

Durante uma coletiva virtual realizada no domingo (17), o prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) anunciou que irá adiantar feriados municipais para aumentar as taxas de isolamento social na capital, que segue em 50%.

A medida visa desafogar as Unidades de Terapia Intensiva (UTI), que estão com taxa de ocupação de leitos em 90% e enfermarias, que tem 76% dos leitos ocupados. Se a liberação não ocorrer, o sistema de saúde da cidade pode entrar colapso em 15 dias.

"Todos os dias estamos abrindo novos leitos, porque nove em cada dez pacientes atendidos recebem alta, mas a taxa de contaminação na cidade segue em alta. Infelizmente, inverteu-se uma tendência de queda que vinha até o início de maio, que precisamos diminuir. Estamos nos aproximando dos momentos mais difíceis", explicou Covas.

Os feriados municipais adiantados serão o de Corpus Christi e o Dia da Consciência Negra, celebrados respectivamente em 11 de junho e 20 de novembro.

O feriado estadual do Dia da Revolução Constitucionalista, celebrado em 9 de julho, segundo o governador João Doria (PSDB) em coletiva, será adiantado em todo o Estado. 

Para que essas mudanças no calendário ocorram, o prefeito encaminhará um projeto de lei para a Câmara Municipal, para ser votada pelos vereadores e a alteração seja feita. Tal regulamento não existe na Lei Orgânica de São Paulo.

A tramitação foi encaminhada em regime de urgência e será votada na tarde dessa segunda-feira (18).

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection