Cajamar, Cotia, Itapevi e Pirapora ficaram abaixo da meta no Ideb do Ensino Fundamental

As outras sete cidades que compõem o consórcio intermunicipal Cioeste conseguiram atingir ou superar as metas estabelecidas para 2019
As metas do Ideb variam por município e período (Foto: Vagner Santos/Secom-Cotia)

Na última terça-feira (15) foi divulgado o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – (Ideb) realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC). O índice foi criado para mensurar o desempenho do sistema educacional brasileiro.

A análise é uma iniciativa do Inep a partir da combinação entre a proficiência dos estudantes, obtida no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), e o indicador de taxa de aprovação, que tem influência na eficiência do fluxo escolar, obtido por meio do Censo Escolar. As séries avaliadas são: 4ª série/5º ano, 8ª série/9º ano e 3ª série do Ensino Médio. É possível levantar dados pela rede estadual, municipal ou pública. Cada cidade tem uma meta projetada para um nível de ensino que varia a cada edição do Ideb.

Ensino Fundamental
Na região, das 11 cidades que fazem parte do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste), sete municípios conseguiram atingir ou superar as metas estabelecidas para 2019 em relação ao ensino da 4ª série ou 5º ano do Ensino Fundamental, sendo eles: Araçariguama, Barueri, Osasco, Carapicuíba, Jandira, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista.

As cidades que ficaram abaixo da meta foram: Cajamar, Cotia, Itapevi e Pirapora do Bom Jesus.


Na 8º série do Ensino Fundamental, Santana de Parnaíba superou a meta de 5,4 ficando com pontuação de 5,5 (Foto: Edvaldo Santana/Giro S/A)  

Pontuações:

Araçariguama superou a meta de 6,1 para 2019 e teve índice de 6,3.

Barueri teve o maior índice da região com 6,7, superando a meta de 6,3 para 2019.

Carapicuíba ficou na meta com pontuação de 6,2.

Cajamar ficou abaixo da meta de 6,3 com a pontuação de 5,9.

Cotia não atingiu a meta de 6,3 e ficou com índice de 6 pontos em 2019.

Itapevi não superou a meta de 6,2, ficando com índice de 6 pontos em 2019.

Jandira superou a meta de 6,1 e ficou com índice de 6,2 em 2019.

Osasco atingiu a meta para o ano de 2019, com índice de 6,3.

Pirapora do Bom Jesus ficou abaixo da meta de 5,9 e atingiu 5,1.

Santana de Parnaíba superou a meta de 6,2, alcançando 6,4.

Vargem Grande Paulista superou a meta de 6,5 e alcançou 6,6 no índice.


Em Vargem Grande Paulista, a cidade conseguiu superar superar as metas estabelecidas para 2019 em relação ao  ensino da 4º  série ou 5º ano do Ensino Fundamental (Foto: Divulgação/Cioeste)

Em relação a 8ª série (9º ano), da rede municipal, Santana de Parnaíba superou a meta de 5,4 ficando com pontuação de 5,5 e Cajamar atingiu a meta 5,1. Carapicuíba, Jandira, Osasco, Vargem Grande Paulista não contam com essa série da rede municipal no município e os demais não atingiram a meta para 2019. Já nas escolas da rede estadual para a mesma série, a região não obteve nenhuma pontuação que atingisse a meta determinada para o ano de 2019.

Ensino Médio - Pública (Federal, Estadual e Municipal)
Em relação ao Ensino Médio – na rede Pública (Federal, Estadual e Municipal), somente Araçariguama não atingiu a meta entre as 11 cidades da região. Superaram a meta: Barueri com 4,9 e meta de 4,6, Cajamar com 4,5 e meta de 4,2, Cotia com 4,3 e meta de 4,0, Carapicuíba com 4,1 e meta de 3,7, Jandira com 4,5 e meta de 4,0, Itapevi com 4,0 e meta de 3,7, Osasco com 4,1 e meta de 3,8, Pirapora do Bom Jesus com 4,0 e meta de 3,4, Vargem Grande Paulista com 4,6 e meta de 4,3. A cidade que ficou na meta em 2019 foi Santana de Parnaíba com índice de 4,6. Para saber mais sobre os resultados, acesse AQUI.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 06 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/