Barueri ocupa primeiro lugar no eixo “Economia” do novo ranking Connected Smart Cities

Cotia, Vargem Grande Paulista, Cajamar, Itapevi, Osasco e Santana de Parnaíba também figuram no ranking que mapeia as cidades com maior potencial de desenvolvimento no País
O contexto de "cidades inteligentes" é bem abrangente, mas prioriza principalmente a boa governança (Divulgação / Prefeitura Municipal de Barueri)

Na 7ª edição do Connected Smart Cities e Mobility, que aconteceu na manhã de quarta-feira, 1° de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, foi divulgado o ranking das "Connected Smart Cities 2021" – estudo realizado e elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, que revelou as cidades brasileiras que mais se destacaram com ações no contexto de cidades inteligentes.

Esse contexto é bem abrangente, mas prioriza principalmente a boa governança, que objetiva metas e planos e faz um trabalho em conjunto com outros poderes (estado e federação), além de buscar desburocratizar e resolver processos por meio da tecnologia. Vale destacar a importância desse ranking, que é composto por 75 indicadores em 11 eixos temáticos (mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, empreendedorismo, educação, saúde, segurança, energia, governança e economia). 

Entre esses 75 indicadores, foram analisados, por exemplo, idade média da frota de veículos, conexões rodoviárias entre estados, destinos aeroviários, semáforos inteligentes, recuperação de materiais recicláveis, plano diretor estratégico, cobertura de coleta de resíduos sólidos, lei de uso e ocupação do solo, fibra ótica, porcentagem de empregos formais com nível superior, mortalidade infantil, entre dezenas de outros aspectos, que podem ser consultados em detalhes no link a seguir: https://conteudo.urbansystems.com.br/csc_urban_atual.

A edição 2021 do Ranking Connected Smart Cities coleta dados e informações de todos os municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes (segundo estimativa populacional do IBGE em 2019), totalizando 677 cidades, sendo: 48 com mais de 500 mil habitantes, 274 com 100 a 500 mil habitantes e 349 com 50 a 100 mil habitantes.

Para manter a transparência e a coerência das informações, os dados são coletados em fontes secundárias que agrupem o universo de cidades pesquisadas, mantendo a mesma origem e o mesmo período de coleta dos dados de todos os municípios do estudo. 

No eixo "Economia", Barueri figurou no primeiro lugar, e se somou a mais seis outras cidades da região oeste da Grande São Paulo, que compõem o Cioeste*, que são: Santana de Parnaíba (na 36ª posição), Cotia (42ª), Vargem Grande Paulista (50ª), Cajamar (62ª), Osasco (63ª) e Itapevi (84ª).

Todos os detalhes sobre o estudo completo estão disponíveis no link a seguir: https://ranking.connectedsmartcities.com.br/sobre-o-ranking.php

*Cidades do consórcio Cioeste: Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 07 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/