Para evitar enchentes no Tamboré, Prefeitura de Barueri inicia construção de túnel subterrâneo

Obra ficará entre as vias alameda Araguaia e avenida Piracema; previsão de término é para 2023
Quando concluído, água será escoada diretamente para o rio Tietê, contando com uma ligação já existente no local ( Benjamim Sepúlvida/Secom Barueri) 

A cidade de Barueri iniciou na segunda-feira (29), as obras para colocar fim nas enchentes na região do Tamboré. As ações são coordenadas pelas prefeituras, por meio da Secretaria de Obras. Começaram a ser construídos entre a alameda Araguaia até a avenida Piracema, um túnel subterrâneo, para canalização e drenagem de águas da chuva, com extensão de cerca de um quilômetro.

O túnel que servirá para a canalização das águas terá por volta de 2,8 metros de diâmetro, sendo que em alguns pontos esse tamanho será de quatro metros. A previsão de término é para 2023.

Quando concluído, água será escoada diretamente para o rio Tietê, contando com uma ligação já existente no local. O orçamento das ações não foram divulgados. O projeto visa levar aos usuários melhores condições de circulação de veículos e pedestres, redução de gastos com manutenção de vias públicas, valorização das propriedades existentes na área, redução de danos às propriedades e do risco de perdas humanas, entre outras.

De acordo com o secretário de Obras, Beto Piteri, por se tratar de um sistema de construção "não destrutível" do chamado tunnel liner, a obra deverá causar muito menos transtornos para o trânsito local, pois vai estar cerca de seis metros abaixo do nível da rua.


A Secretaria de Obras do município também pretende construir três piscinões na cidade (Benjamim Sepúlvida/Secom Barueri)

"Trata-se de uma região que tem integração com um grande sistema viário com acesso à rodovia Castello Branco, ligando cidades como Osasco e Carapicuíba, de modo que quando alaga causa enormes transtornos ao trânsito", explica Piteri. "É uma obra que vai resolver os problemas de enchentes que temos no Tamboré", complementa.

De acordo com a gestão municipal, a execução da construção terá os seguintes pontos:

-Drenagem de águas pluviais com canalização em tunnel liner;
-Canaleta moldada "in loco" com grelha metálica;
-Poço de acesso;
Rebaixamento do lençol freático e instrumentação;
Pavimentação e outros reparos no trecho da obra.

Estudos contra enchentes

A Secretaria de Obras do município também pretende construir três piscinões na cidade. Um na Vila Márcia, às margens do rio Barueri Mirim, cuja obra já foi iniciada, com capacidade de armazenar 350 milhões de litros de.

Outro piscinão será próximo ao Terminal Ferroviário do Jardim Silveira, que está em processo licitatório para o início das obras. E um terceiro, um piscinão aberto, a ser construído no Jardim Itaquiti.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 16 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/