Sidebar Menu

Balanço megaferiado: taxa de isolamento não chega a 60% nas maiores cidades do Cioeste

Nos cinco maiores municípios da região, a taxa de isolamento variou entre 56% em Parnaíba e 46% em Osasco no domingo (4)
Santana de Parnaíba apresentou as melhores taxas de isolamento: 52% na sexta, 51% no sábado e 56% no domingo (Divulgação/Secom Santana de Parnaíba)

Informações apuradas ontem (5) pela reportagem do Giro S/A por meio do Sistema de Monitoramento Inteligente do governo do estado de São Paulo, demonstrou que a taxa de isolamento de cinco das onze cidades da região oeste da Grande São Paulo, que compõem o consórcio Cioeste, não chegou a 60%.

Em Barueri, a taxa de isolamento foi de 47% na sexta-feira e no sábado e de 51% no domingo; em Carapicuíba, chegou a 48% no domingo, sendo que sexta ficou em 45% e no sábado, 42%. Cotia marcou 44% na sexta, 45% no sábado e 50% no domingo. Osasco teve a pior taxa de isolamento, marcando 42% na sexta, R% 41% no sábado e 46% no domingo. Já Santana de Parnaíba apresentou as melhores taxas de isolamento com 52% na sexta, 51% no sábado e 56% no domingo.

De acordo com um estudo publicado em abril do ano passado pela Universidade Federal de Alagoas, a taxa de isolamento ideal contra a covid-19 seria de 75% ou mais. Vale lembrar que o número de mortes naquela data não chegava a três mil casos em todo o País. Hoje, esse número assustador representa o número de mortes diárias.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection