Após polêmica gerada por ministro da Saúde, imunização de adolescentes prosseguiu no estado de SP

As 645 cidades do estado registraram na terça-feira (21) menos de cinco mil pacientes com covid-19 internados. É a primeira vez, desde o início da pandemia, que esta marca foi registrada
Ontem (21) a taxa de ocupação de leitos de UTI era 31,7% no estado e de 37,9% na Grande São Paulo (Célio Júnior / PMI)

Após atrasar a entrega de vacinas na quantidade acordada para São Paulo e de ter causado o chamado "apagão" do imunizante Astrazeneca aqui e em vários outros estados da federação, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez um pronunciamento bem polêmico na quinta-feira da semana passada, dia 16 de setembro. 

Na ocasião, Queiroga não só colocou em dúvida a segurança da vacinação para jovens sem comorbidades de 12 a 17 anos, como também acusou alguns governadores brasileiros de estarem aplicando outras vacinas nos adolescentes que não a da Pfizer, única recomendada pela Anvisa. A morte de uma jovem vacinada da região metropolitana, que comprovadamente não foi causada por nenhuma vacina, deu força a esta polêmica.

Felizmente, o ruído gerado por Queiroga não impediu que as 645 cidades de São Paulo continuassem com a vacinação de jovens e adolescentes, fazendo com que o estado alcançasse um dos melhores resultados desde o começo da pandemia na terça (21). Até ontem, o estado registrava 4.968 internados, somando 2.548 em enfermarias e 2.420 em leitos de terapia intensiva. As taxas de ocupação dos leitos de UTI, que chegaram a ultrapassar 92% no momento de maior demanda, na terça era de 31,7% no estado e de 37,9% na Grande São Paulo.

Essas contínuas quedas dos índices são reflexo do avanço da campanha de vacinação contra covid-19 e das estratégias de prevenção e enfrentamento da doença. O balanço acumulado da pandemia totalizou 4.352.832 casos, sendo que 4.133.677 pessoas tiveram a doença e já estão recuperadas, incluindo 447.578 que foram internadas e receberam alta hospitalar. Também foram computadas um total de 148.295 mortes no estado desde o início da pandemia do novo coronavírus. 

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 20 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/