Sidebar Menu

Alunos da rede estadual usam app sem precisar de internet

Aplicativo de aulas é totalmente gratuito
O app e o material didático vão beneficiar 3,5 milhões de alunos da rede estadual, cerca de 170 mil na região (Foto: Governo do Estado de SP)

Cerca de 3,5 milhões de alunos da rede estadual de educação - cerca de 170 mil na região - já podem baixar o aplicativo Centro de Mídias SP para começar as aulas online de retorno do recesso escolar. O conteúdo, gratuito, inclui aulas ao vivo, videoaulas e outros conteúdos pedagógicos durante o período do isolamento social provocado pelo combate à COVID-19.

O benefício do app é que ele não necessita de internet para funcionar. O aluno só precisa estar ligado a uma rede wi-fi ou 3g/4g quando for baixar o app na loja de aplicativos do aparelho. Depois ele poderá acessar as aulas normalmente, sem precisar estar conectado.

Isso foi possível por meio de um contrato com as quatro maiores operadoras de telefonia: Claro, Vivo, Oi e Tim. Dessa forma, todo estudante da rede poderá desfrutar das atividades do aplicativo sem utilizar o pacote 4G do celular, sinal de internet wi-fi, ou mesmo quando estiver sem créditos. 

Por meio do download de cada conteúdo a Secretaria de Educação consegue saber que aluno acessou a plataforma e isso já conta como presença. Da mesma forma, se o aluno não acessar, ficará com falta.

Para acessar a plataforma, basta baixar o app e fazer o login utilizando o RA  (Registro do Aluno) e a data de nascimento. Cada aula tem seu horário específico separado por faixa, desde as séries iniciais do ensino fundamental até o ensino médio. 

Haverá aulas transmitidas pela TV Cultura (Canal digital 2.3 – TV Cultura Educação) e distribuição de material impresso.

Depois da reabertura das escolas, a ferramenta vai continuar sendo usada para complementar as atividades presenciais.


Material didático

Começou ontem (27) a distribuição de kits com material impresso contendo apostilas de matemática e língua portuguesa, gibis da Turma da Mônica, livros paradidáticos e manual de orientações às famílias e do Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP).

Os kits serão disponibilizados nas escolas e os alunos deverão retirá-los por meio de um escalonamento, a ser organizado pelas Seduc e Diretorias de Ensino para que não haja aglomerações.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection