Sidebar Menu

37 são presos em rinha de cachorros que eram assados após de mortos, informa a Polícia

Dezoito animais da raça pit bull, quase todos feridos em razão das rinhas, foram encontrados no local, além da carcaça de outro cão.

Uma operação da Polícia Civil de São Paulo em parceria com a do Paraná prendeu, em Mairiporã, na noite do sábado, 14, 37 pessoas que utilizavam cachorros da raça Pit Bull para prática de lutas clandestinas dos pets. Ao todo, 26 lutas estavam previstas para ocorrer no local. Dezoito animais da raça pit bull, quase todos feridos em razão das rinhas, foram encontrados no local, além da carcaça de outro cão.

Segundo a Polícia Civil do Paraná, alguns cachorros após de mortos eram assados em uma churrasqueira no local das disputas. 

Na área rural onde ocorriam as disputas foram presos além de apostadores, criadores e treinadores dos animais, além de dois médicos, sendo um veterinário. Ao menos cinco estrangeiros foram detidos também: um americano, dois peruanos e dois mexicanos.

Os animais foram resgatados e mantidos sob escolta policial, aguardando transferência para um local adequado.

Os detidos foram autuados pelos crimes de maus tratos a animais, resistência e contravenção penal de aposta em jogo de azar e permaneceram à disposição da Justiça.

Veja mais notícias sobre Metrópole.

Veja também:

 
No Internet Connection